jump to navigation

Ato Contra o AI5 digital no Rio junho 28, 2009

Posted by João Carlos Caribé in cidadania, politica, Tecnologia, Voluntariado.
Tags: , , , , , ,
1 comment so far

O Xô Censura convida a todos. Acompanhe o ato no Mega Não, fique ligado

* Contra o Projeto de Lei do Senador Azeredo
* Em defesa da liberdade e privacidade na Internet
* Pelo livre compartilhamento e troca de arquivos

O Rio vai dizer um Mega Não!

Dia 01 de julho – 18 horas
Auditório da Associação Brasileira de Imprensa – ABI

R. Araújo Porto Alegre, 71 – Centro – Rio de Janeiro – RJ

ai-5-rio

Apoio:

Deputado Estadual Alessandro Molon
Deputado Federal Jorge Bittar (licenciado)
Deputado Federal Paulo Teixeira

Convocatória:

Associação Brasileira de Centros de Inclusão Digital – ABCID
Associação Brasileira de Imprensa – ABI
Central Única dos Trabalhadores – CUT
Centro de Ação e Comunicação Comunitária – CENACOC
Coletivo Ciberativismo
Coletivo Digital
Coletivo Intervozes
Conselho Regional de Engenharia do RJ – CREA-RJ
MegaNão!
Projeto Software Livre – Brasil
Setorial de TI do PT do RJ
Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro
Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro – Sintufrj
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no Estado do RJ – Sisejufe
União Estadual dos Estudantes – UEE – RJ
União Nacional dos Estudantes – UNE

O incrível bicho papão tecnológico outubro 17, 2007

Posted by João Carlos Caribé in burocracia, cidadania, Ponto de vista, Tecnologia.
Tags: , , , ,
7 comments

Não sei a quem atribuir estas aberrações, mas ontem (16/10/07) a Câmara Municipal do Rio de Janeiro aprovou um projeto de lei que proíbe o uso de celular e equipamentos eletrônicos, como iPod, tocadores de MP3 e jogos eletrônicos na sala de aula.

O projeto é da vereadora Pastora Márcia Teixeira, e é válido para escolas públicas e particulares, e segundo o G1, a lei não se restringe ao ensino fundamental e médio, e caso sancionada atingirá também o ensino superior.

O “grand finale” vem agora:

A vereadora justifica que “a utilização de tais equipamentos além de tirar a concentração, inibe também a memorização do que está sendo ensinado”.

Pela frase percebe-se que a vereadora não deve entender de educação moderna, como assim o aluno precisa memorizar? Não seria entendimento? Compreensão? Pela mesma linha de racicinio um comentário no G1 sugere a proibição do papel e caneta, afinal o aluno pode ficar desenhando e deixar de prestar atenção na aula.

Além do aspecto inexequivel do projeto, afinal quem vai fiscalizar o cumprimento desta lei, temos ainda o aspecto paternalista do projeto. Afinal para que uma lei para um assunto que poderia ser facilmente resolvido através do bom senso ou de normas internas da escola. Será que nossos vereadores não tem nada mais importante com que se preocuparem?

Enquanto nos Estados Unidos o uso de computador pessoal em sala de aula do ensino médio e superior vem se tornando um padrão, aqui nossos legisladores ficam brigando contra a tecnologia. A evolução tecnológica é fato, ela não irá regredir, muito pelo contrário, a tendência é acelerar intensivamente daqui pra frente. A nova geração conectada, não irá se desconectar, não sabem viver de outra forma, são nosso futuro, e é importante entender seu comportamento. O livro Conectado, de Juliano Spyer é um bom estudo deste comportamento.

Educadores devem se reciclar, aprenderem a lidar com a tecnologia e não coloca-la na posição de bicho papão. Porquê não usar o SMS, MMS dos celulares e seus recursos Bluetooth para passar exercícos, matérias e até fotos e videos contextualizados com a aula? Porquê não envolver os alunos em um RPG ou mesmo um MMORPG educativo? Porquê não ensina-los a encontrar informação relevante na internet ao inves de falar que web só tem bobagens? Eles sabem que isto é mentira.

Por fim recomendo a leitura de “Mundos em colisão” de Nemo Nox que retrata muito bem o que estamos vivenciando. Depois, relaxe, abra a sua mente e deixe o futuro entrar, não lute contra ele, faça-o trabalhar a seu favor.

Nasceu o Blog Cidadão outubro 14, 2007

Posted by João Carlos Caribé in Palavras ao vento, Ponto de vista.
Tags: , ,
add a comment

A ideia original deste blog era muito simples, gostaria de registrar problemas que afetam a minha vizinhança tais como:

  • Falta de policiamento nos sinais próximos à duas escolas;
  • Denunciar os carros que estacionam sobre as calçadas e que obrigam portadores de necessidades especiais e jovens mamães a andarem respectivamente com suas cadeiras de roda e carrinhos de bebê pelo meio da rua;
  • Denunciar aquele cidadão que deixa os “resíduos” de seu cão na calçada.

Conversando com amigos, fomos percebendo que o projeto poderia ser muito maior, e percebi que a motivação para isto era muito mais comum do que eu imaginava. Diversas ideias surgiram, até mesmo a opção de criar um mapeamento dos eventos, videos de flagrantes, fotos, e muito mais.

Mas o blog cidadão não é feito só de denuncia, quem faz o bem, quem se destaca na nossa sociedade também deve estar aqui, quem faz poesia, redação e lindas fotografias também. Afinal não queremos ser vistos como um grupo de mal humorados, e sim como cidadãos que querem uma qualidade de vida melhor e um Estado mais atuante.

Mãos a obra! Quer participar? Comente manifestando seu interesse que te convidaremos.